Oito toneladas de equipamentos de rádio foram destruídas em um angar da Vasp, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, pela Anatel. Pirotecnia para chamar atenção à fiscalização do setor em relação às rádios clandestinas que funcionam em toda a Região Metropolitana de São Paulo. A Cátia Toffoletto esteve lá, não conduziu a máquina que esmagou as traquitanas jogadas ao chão, mas contou um pouco mais sobre o combate a esta irregularidade:

3423501765_270ddbd8911