Em Instambul, na Turquia, Lula chamou de trambiqueiros os empresários que apostaram no dólar (ou derivativos cambiais) na época da crise e perderam dinheiro.

Curioso é que o BNDES, tinha se manifestado tempos atrás que estudava ajudar empresas que tiveram problemas no câmbio.

Lula reclama de público, o banco do governo discorda do presidente desde antes e fusões e aquisições são anunciadas com apoio do BNDES. Sabem-se lá as razões mais viscerais dessas fusões…

Por isso, alguém pode explicar como essa conta fecha, se é que fecha?

Afinal, não é novidade que o governo é sempre o pai bondoso que aceita de volta os pródigos que se aventuraram e perderam por aí sua parte da fortuna.

Ajuda com dinheiro público.