Este carro aí de cima é o indiano Ford Figo, mas vá se acostumando com a sua cara, pois já no ano que vem ele vai estar por aqui. Conforme antecipado por Autoesporte na edição de julho, é com esse modelo, chamado até então como projeto B517, que a Ford pretende ampliar sua participação de mercado em países emergentes como Índia, China e Brasil. O modelo está dentro da nova estratégia da marca de globalizar produtos e plataformas. Aqui, porém, seu nome ainda não foi definido.

Você está achando ele muito parecido com o atual Fiesta? Pois saiba que não é o único. O Figo é o nosso Fiesta renovado. Muda principalmente o desenho dianteiro, inspirado no visual Kinetic presente em boa parte dos modelos da marca (como o Focus), com novos faróis, para-choque, grade e capô. Atrás, a tampa do bagageiro e o vidro traseiro foram trocados, assim como a distribuição de luzes das lanternas. Por dentro ele ganha novo painel. No Brasil, segundo fontes ligadas à Ford, o “novo” Fiesta já está em processo de validação final e começa a ser produzido em meados do ano que vem na fábrica da Ford em Camaçari (BA). As projeções do modelo foram apresentadas aos funcionários da Ford brasileira no mês passado, em São Bernardo do Campo (SP). Quem viu diz que o nosso terá desenho idêntico ao modelo indiano. Na Ásia, ele começa a ser vendido em março de 2010.

No Brasil, o Figo, ou “Fiesta intermediário”, como chamado por uma fonte, chega no fim do ano que vem, nas configurações hatch e sedã. E por que em São Bernardo do Campo eles chamam o Figo de Fiesta intermediário? É que para o fim de 2011 está agendada a chegada no novo Fiesta, este sim um carro totalmente novo e com desenho do modelo europeu. Confuso? Nem tanto. Em dois anos, a linha de compactos da Ford será formada por Ka, o novo compacto (baseado no Figo) e Fiesta (com desenho europeu) – este último posicionado em uma categoria acima, a dos compactos premium. O futuro Fiesta hatch será feito na Bahia, enquanto sua versão sedã virá do México.

O Figo substituirá toda a gama do Fiesta atual. As opções de motorização serão as mesmas, 1.0 e 1.6 Flex. O novo motor Sigma, como esperado, só chega no Fiesta com desenho europeu – depois de sua estreia no Focus flex, no início de 2010. Para o ‘Fiesta Figo’, a Ford deve manter os mesmos preços do modelo de hoje – que partem de R$ 29 mil -, uma estratégia para não enfraquecer as vendas do Ka, que parte de R$ 25 mil. Ka e Figo deverão conviver até 2014, quando a Ford lançará em todo o mundo um novo modelo compacto.